Fortín de Piedra

Neuquén, Argentina

Em tempo recorde, executamos o projeto Fortín de Piedra, que hoje permite fornecer 13% do gás consumido na Argentina.

  • +4.500

    profissionais no pico das obras.

  • 21 M

    de metros cúbicos de gás por dia de capacidade de processamento

  • +1.000

    Pequenas e médias empresas de todo o país participaram do desenvolvimento do projeto

Scroll

Jazida Fortín de Piedra

Em 18 meses, passou de produção quase zero para a cobertura de 13% do consumo de gás da Argentina.

Destaques

  • Junho de 2017

  • Junho de 2020

    Finalização

  • 4.500 profissionais

    no pico das obras

  • 7,75 milhões

    homens-horas de construção executadas

  • USD 840 milhões

    valor contratual

  • Junho de 2017

  • Junho de 2020

    Finalização

  • 4.500 profissionais

    no pico das obras

  • 7,75 milhões

    homens-horas de construção executadas

  • USD 840 milhões

    valor contratual

Planta Central de Processamento de Gás (CPF): o coração de Fortín de Piedra

Manifold de entrada
Slug Catcher
Tanques Separadores de Alta Pressão
Compressores de exportação
Dessalinização
Estabilização
Planta de tratamento de água
Lançador
This is the image description

Planta Central de Processamento de Gás (CPF): o coração de Fortín de Piedra

  • Manifold de entrada

    Aqui o fluido do poço proveniente de flowlines que coletam a vazão de cada bateria da jazida é recepcionado para ser tratado na CPF.

  • Slug Catcher

    É um equipamento estático utilizado nas instalações de tratamento de gás para realizar uma separação primária do gás e de outros líquidos.

  • Tanques Separadores de Alta Pressão

    O gás separado no Slug Catcher é enviado para seu tratamento nos Tanques Separadores de Alta Pressão 1, 2 e 3, os quais utilizam o sistema de propano para eliminar os componentes pesados e a água. Cada tanque tem uma capacidade de processamento de 4,66 MMsm³/dia.

  • Compressores de exportação

    Captam o gás tratado dos tanques de lavagem para sua compressão até a pressão do gasoduto de exportação

  • Dessalinização

    Recebe os líquidos separados no Slug Catcher. Separa a água de produção para enviá-la para a planta de tratamento de água, por um lado. Por outro, o hidrocarboneto é lavado com água doce para diminuir o conteúdo de sais, com o objetivo de proteger equipamentos a jusante (estabilização) e alcançar as especificações da nafta para a venda.

  • Estabilização

    Recebe o hidrocarboneto com baixo conteúdo de sais do reservatório de dessalinização e os líquidos condensados dos tanques de lavagem para sua estabilização, com o objetivo de cumprir as especificações da nafta de venda. Os gases leves separados nesta etapa serão recirculados para as entradas dos tanques.

  • Planta de tratamento de água

    Recebe a água de produção e os drenos abertos da planta toda. Separa os hidrocarbonetos para reprocessá-los na Dessalinização e posteriormente nos tanques de estabilização. A água é enviada para a sua reinjeção no poço.

  • Lançador

    Ponto de saída para o gasoduto de exportação de 24/36” de 54 km de extensão (Tratayén) e oleoduto de exportação de 8” de 40 km (UAM).

Cliente Tecpetrol S.A.
Escopo EPC

Segmento

Óleo e Gás

O projeto Fortín de Piedra abrange o desenho e a construção das instalações de superfície para extração, tratamento e transporte de gás produzido pela Tecpetrol em Vaca Muerta. As obras permitirão processar 21 milhões de metros cúbicos de gás por dia na segunda maior reserva de gás não convencional do mundo.

Em Fortín de Piedra, o nosso principal desafio era o tempo de execução. Por isso, aplicamos a metodologia de trabalho fast track. Sob essa modalidade, o desenho do projeto e a construção foram realizados simultaneamente, superpondo de forma organizada atividades que normalmente são executadas em uma sequência rígida. Graças a este enfoque, conseguimos uma considerável redução do tempo total.

Líderes em Vaca Muerta

Saiba como é projetar e construir em tempo recorde na segunda reserva de gás do mundo.

Localização

A jazida Fortín de Piedra abrange uma superfície de 243 km² e faz parte da formação geológica Vaca Muerta, que com seus 30 mil km² de superfície é considerada a segunda maior reserva de gás do mundo e a quarta de petróleo.

  • Añelo, Neuquén

  • -38.456604

    Latitude

  • -69.028993

    Longitude

Um recorde em construção

28 meses

  • Movimento de terra

    Início das primeiras tarefas de movimento de terra na CPF correspondente à Fase 2 do projeto.

    Agosto

    2017

  • Ampliação do Early Production Facilities (EPF)

    É aumentada a capacidade de processamento de gás de 0,5 para 6,2 MMm³/d mediante ampliação do EPF e a construção de novas instalações.

    Janeiro

    2018

  • Instalação de dutos de exportação

    Colocação do trecho de gasoduto de exportação de 36”. Foram construídos 59 km para o gasoduto de exportação de 24” e 36”, e 40 km para o oleoduto de exportação de 8”.

    Março

    2018

  • Parada de planta e interconexão

    Parada total da jazida durante 48 horas para interconexão de duto existente com Manifold de entrada para a CPF, necessário para sua posterior colocação em funcionamento.

    Abril

    2018

  • Completação da CPF

    O fim da Fase 2 do projeto teve como resultado uma produção de 4,66 MMm3/d de gás seco e estabilização de condensado em dois tanques de estabilização.

    Agosto

    2018

  • Finalização da Fase 3

    Esta etapa consistiu na incorporação do Tanque 2 e do Tanque 3 de estabilização. Foi executada em 5 meses e permitiu um aumento de 4,66 MM para 9,2 MM m3/dia de gás tratado.

    Outubro

    2018

  • Finalização Fase 4

    Completação da Fase 4 com a incorporação do Tanque 3 e do Tanque 4 de estabilização. Esta etapa permitiu alcançar uma produção de 14 MM m³/d gás seco na CPF e um total de 21 MM m³/d (considerando a produção do EPF).

    Outubro

    2019

  • Parada de planta

    A jazida ficou parada totalmente durante dez dias para integrar a Fase 4 à planta atual e realizar outras intervenções. Os trabalhos exigiram quatro meses de planejamento e mais de 80.500 homens-horas.

    Novembro

    2019

  • Carolina Eito · Responsável por Pré-comissionamento

    “Quando o projeto começou, muitas pessoas achavam que era impossível cumprir os prazos de execução apertados, mas conseguimos cumprir com sucesso.”

  • Juan Carlos País · Gerente de Qualidade, Meio ambiente, Saúde e Segurança.

    "Trabalhar com 4.500 colaboradores simultaneamente e com um cronograma que demandava tempo recorde de execução foi um dos maiores desafios da minha carreira profissional.”

  • Ezequiel Toledano · Soldador

    "Poder estar aqui é algo único. Estamos construindo um futuro para nós e para a Argentina."

Projetos relacionados

Próximo projeto

Los Caracoles