Todas as notícias

Puerto Angamos recebeu suprimentos fundamentais para o projecto SADDN

Publicado 13.12.2023

Trata-se de 2.934 tubos transportados em dois navios procedentes da Índia.

 

À medida que a Techint Engenharia e Construção avança com o projeto SADDN (Fornecimento de Água Dessalinizada para o Distrito Norte, no Chile), estão sendo vencidos desafios logísticos e técnicos, como a chegada de suprimentos fundamentais. Destaca-se o compromisso de toda a equipe para atender ao cliente Aguas Horizonte e garantir a continuidade das operações da Codelco.

O primeiro e o segundo navios com tubulações procedentes da Índia chegaram a um dos cais de Puerto Angamos, na região de Antofagasta, Chile.

“O recebimento em Puerto Angamos desses dois primeiros envios de tubulação representa um marco importante no projeto e nos permite continuar avançando na construção do sistema de impulsão para fornecer água (dessalinizada) ao Distrito Norte de Codelco”, disse Martín Jiménez Alvarez, Project Manager dos Sistemas de Impulsão e Elétrico do projeto.

Ele acrescentou que “estamos comprometidos com o sucesso da obra, por isso precisamos garantir que cada trabalho seja desenvolvido de acordo com todos os padrões de qualidade e segurança. No transporte de tubulações demos um grande passo”.

Os 2.934 tubos transportados pelos navios Port Belmonte e Indigo Heritage chegaram à comuna de Mejillones entre o final de outubro e meados de novembro. Depois foram para um lugar de armazenamento temporário (dentro do porto) até serem enviados ao destino final.

“Estamos trabalhando junto com toda a equipe do projeto, sempre com o compromisso em termos de segurança e operatividade, para alcançar 100% de sucesso”, destacou o Procurement Manager, Jorge Gentile. “O projeto promove o crescimento de toda a região, com uma grande geração de empregos.”

Controle e acompanhamento

A descarga da tubulação foi feita pelo operador portuário utilizando uma grua. A operação contou com um circuito de nove rampas extensíveis que receberam os tubos do gancho da grua (no cais) e os transportaram para o pátio de armazenamento Terminal Graneles del Norte, localizado a aproximadamente 1 km do cais.

Todo o processo foi impecável em termos de coordenação e gestão da importação na Alfândega. Além disso, contou com a supervisão integral da operação portuária, tanto a bordo do navio como no porto. A equipe de Comércio Exterior cumpriu com todos os procedimentos de descarga e armazenamento contando com o apoio das equipes de Operações e Qualidade, que supervisionaram e inspecionaram o armazenamento e as tubulações.

Para Nicolás Balduri, Líder de Comércio Exterior e Logística da Jindal, a operação foi muito positiva e a descarga do primeiro navio foi bem-sucedida. “Destaco o alto nível de coordenação com as autoridades e os operadores portuários sobre os vários aspectos operacionais da descarga, e com os inspetores especializados em operações marítimas, que nos apoiaram com a supervisão. Implementamos reuniões operacionais entre a Techint E&C e todos os envolvidos, com o propósito de estarmos alinhados, o que deu ótimos resultados”, explicou.

Os próximos passos incluem a descarga do segundo navio em Porto Angamos, a chegada ao porto de Mundra (Índia) do terceiro e a preparação de um quarto embarque.

Últimas notícias

Saiba mais