Todas as notícias

Engenharia multisede para um projeto de biomassa na Argentina

Publicado 6.12.2023

A Techint Engenharia e Construção está trabalhando em um projeto para a Central Térmica San Alonso e para a Central Térmica Garruchos, ambas localizadas na localidade de Gobernador Virasoro, província de Corrientes. Nesta nota, Carlos López Jiménez, Project Manager de Engenharia, e Sara Couso, Coordenadora Técnica, dão detalhes sobre o projeto.

 

A Techint E&C está desenvolvendo trabalhos de engenharia para a C.T. San Alonso de titularidade Central Térmica San Alonso S.A. (“CTSA”), sociedade pertencente ao Grupo Insud, e para a C.T. Garruchos de titularidade Fuentes Renovables de Energía S.A., uma sociedade pertencente ao Grupo Insud e ao Grupo Benicio, ambas as usinas localizadas na cidade de Gobernador Virasoro, Província de Corrientes. Trata-se de duas usinas que geram energia elétrica a partir de biomassa florestal com uma capacidade de 40 MW/h. em cada uma delas.

Vista aérea da · Central Garruchos.

O projeto foi dividido em três etapas de acordo com as necessidades de cada Central Térmica. Na primeira etapa, realizou-se um relatório diagnóstico da C.T. Garruchos, a qual, embora estivesse em pleno funcionamento, gerando e entregando energia a SADI, enfrentava problemas de operação e eficiência. A segunda etapa colocou o foco nos trabalhos de engenharia inicial, que incluía análise de consistência da engenharia existente, e a elaboração de um CAPEX Classe IV. Nessa etapa, também foi feita uma oferta de elaboração integral da engenharia de detalhe para a C.T. San Alonso.

A terceira etapa começou quando a Techint E&C foi contratada para implantar a engenharia de detalhe na C.T. San Alonso, representando quase 86.000 horas de engenharia e 11 meses de prazo. A conclusão dos trabalhos está prevista para o final deste ano, com 113.000 horas.

“Este projeto não é apenas um desafio técnico, mas também logístico e de coordenação, pois envolve colaboradores das equipes de engenharia da Argentina, do Brasil, do Equador, da Espanha, da Índia e do México”, explica Carlos López Jiménez, que faz parte da equipe de Sevilha (Espanha) e é Project Manager de engenharia no projeto. “Isto demonstra a diversidade e multiculturalidade que temos na companhia, o que nos permite fazer um projeto em um determinado lugar, mas com um desenvolvimento multisede”, acrescenta.

Vista da · Central Alonso.

“Embora o trabalho colaborativo entre sedes tenha começado há vários anos, a pandemia reforçou este esquema de trabalho permitindo potencializá-lo. Hoje, somos 1200 colaboradores no time de engenharia, trabalhando em projetos e ofertas com a participação mínima de duas sedes. O esquema colaborativo permite também formar equipes de trabalho com conhecimentos específicos e nos complementar a nível global”, amplia Alejandro Bostany, Gerente Engenharia e patrocinador do projeto.

O projeto da C.T. Garruchos foi adjudicado a Fuentes Renovables de Energía S.A. no Concurso GENREN, enquanto a C.T. San Alonso se enquadra dentro do programa RenovAr 2, ambos impulsionados pelo Governo Federal da Argentina com o objetivo de diversificar a matriz energética do país para promover a segurança do abastecimento e do cuidado ambiental.

“Os projetos são considerados parte do segmento de transição energética porque, mesmo tendo os combustíveis fósseis como base, a biomassa está determinada como neutra no ciclo de vida da árvore e, nesse sentido, ajudaria a descarbonização da matriz energética.”, detalha Sara Couso, Coordenadora Técnica do projeto que, embora faça parte da equipe de Sevilha, está trabalhando na Argentina desde outubro de 2022.

Sobre a biomassa

O que é a biomassa?

É a matéria orgânica que resulta como subproduto das plantações e dos resíduos florestais e industriais, usados de forma eficiente para a produção de energia. Estes subprodutos são provenientes das florestas de espécies implantadas e da indústria madeireira, sem afetar os bosques nativos. Trata-se de resíduos gerados pela poda, pelo raleio, pelo corte raso e pela industrialização de florestas implantadas.

Como é gerada?

A geração de energia é mediante a combustão, ou seja, a biomassa, através de um   sistema de manejo da mesma, é introduzida em uma caldeira onde se produz a combustão, de tal forma que os gases gerados a alta temperatura  esquentam a água  que circula pelas paredes e bancos de tubos da caldeira, gerando vapor que é enviado a uma turbina de vapor conectada a um gerador elétrico.   

Qual é o seu impacto ambiental?

A biomassa é a única fonte de energia que proporciona um equilíbrio de CO2 favorável, desde que sua obtenção seja feita de uma forma renovável e sustentável.  Isto ocorre porque a matéria orgânica é capaz de reter mais  CO2 durante seu crescimento do que libera em sua combustão, sem aumentar a concentração do mesmo.

Vista da · Central Garruchos.

Para saber mais sobre o processo de geração de energia a partir de biomassa, assista a este vídeo.

Últimas notícias

Saiba mais