Todas as notícias

Junto aos grandes desafios da mineração no Chile

Publicado 29.11.2023

No final de outubro, a empresa canadense Teck inaugurou a segunda fase da operação mineira Quebrada Blanca (QB2), seu maior projeto de cobre e seu maior investimento nos últimos anos no Chile.

 

No final de outubro, foi realizada a inauguração da segunda fase operacional da Quebrada Blanca, mina localizada a mais de 4.400 metros acima do nível do mar e a 240 quilômetros de Iquique, Região de Tarapacá. O evento, realizado no novo Terminal Marítimo, contou com a presença do Presidente do Chile, Gabriel Boric, da diretoria da Teck, de autoridades regionais e locais, bem como de empreiteiros e fornecedores que fizeram parte deste marco da mineração chilena. Em representação da Techint Engenharia e Construção, esteve presente Claudio Perillo, President - Andean Region.

Durante o ato, Jonathan Price, CEO da Teck, expressou: “A expansão de QB foi possível graças a um grande número de pessoas talentosas e dedicadas que trabalharam para construir uma das minas de cobre mais inovadoras e sustentáveis do mundo no norte do Chile”.

“Queremos reconhecer o compromisso das 30 mil pessoas que fizeram parte da construção de QB2, e de todas aquelas instituições, organizações e pessoas com as quais trabalhamos em parceria para gerar programas emblemáticos, fomentar a empregabilidade e o desenvolvimento dos provedores locais”, destacou Amparo Cornejo, Vice-Presidente da América do Sul da Teck.

Por sua vez, Claudio Perillo, disse: “Em abril, conseguimos a recepção provisória. Poder reviver tudo o que foi QB2 nesta cerimônia, foi muito emotivo. Com cada imagem daquilo que realizamos veio à tona uma série de recordações dos desafios enfrentados. Quando estamos executando um projeto, sem nos darmos conta, perdemos a dimensão do que estamos fazendo. QB2 nos deixou muitas aprendizagens, e nos potencializou como a principal empresa empreiteira no mercado das grandes pipelines no Chile, validando a concretização dos projetos Construção do Sistema de Impulsão de água do mar (C20+) para a Companhia Mineira Doña Inés de Collahuasi, e o Fornecimento de Água Dessalinizada Distrito Norte (SADDN) para Codelco, obras que por sua magnitude e complexidade nos elevam a outro patamar como empresa”.    

Por sua vez, Jorge Donoso, Sênior Project Manager da Techint E&C no Chile, afirmou: “QB2 significa o reconhecimento a nossa experiência e ratifica nosso posicionamento como uma construtora competitiva e de confiança para os principais clientes deste segmento. Techint é uma garantia de que seus projetos serão concretizados, isso nos enche de orgulho”.

O papel chave da Techint E&C

Techint E&C foi a responsável pela construção e teste de 165 km de tubulação de aço de 36” do sistema de transporte de água de compensação (MWS) e 165 km de tubulação de aço revestido internamente com liner de HDPE de 6” e 8” do sistema de transporte de concentrado (CTS), para a expansão da operação cuprífera da Quebrada Blanca, que processará 140.000 toneladas adicionais de mineral por dia.

O projeto se desdobrou sob condições geográficas de grande altura nos trechos da cordilheira e sob condições climáticas adversas nos trechos do deserto. Além disso, houve uma administração contratual de alto nível, na qual os exigentes compromissos ambientais e comunitários exigidos pelo cliente foram um grande desafio para todos os envolvidos.

Quando a Techint E&C finalizou a obra, recebeu uma distinção do Conselho de Segurança pela Excelência na Execução de Pipelines, um reconhecimento que, sem sombra de dúvidas, reforçou o compromisso com o cumprimento das altas exigências de um projeto tão complexo.

Encerramento e balanço

Quando um projeto termina, ficam os aprendizados e assim explica Martín Jimenez, que foi Project Manager de QB2 e, atualmente, é Sênior Manager do Sistema de Impulsão em SADDN: “Pessoalmente, foi muito desafiante porque não comecei do zero: cheguei para fazer parte de uma obra que já tinha começado. Tivemos que driblar vários obstáculos, como a pandemia da COVID-19. Uma coisa muito importante trabalhada com a equipe foi saber gerir os níveis de motivação. Estávamos acostumados a ter tudo sob controle e essa obra foi tudo ao contrário. Conseguimos, terminamos o projeto a tempo. Além disso, no caminho, aprendemos muitas coisas novas”.

Em números

  • 2 dutos de forma paralela
    • Sistema de água com 165 km de longitude e 36”de diâmetro
    • Sistema de concentrado de 165 km em 8” e 6” de diâmetro
  • + 2.000 colaboradores no ponto máximo da obra
  • + 48 meses de duração

Para saber mais sobre o projeto Quebrada Blanca 2, clicar aqui.

Últimas notícias

Saiba mais