Todas as notícias

Como a Reversão do Gasoduto do Norte está progredindo

Publicado 13.5.2024

A obra avança conforme o planejado: a fase de topografia foi concluída com sucesso, a abertura da pista e soldagem semi-automática; a colocação e arqueamento das tubulações superam 50% de avanço y já foi despachado o último caminhão de tubos leves e começou a parte restante das fases da linha regular.

 

O projeto realiza a UT Techint Sacde para construir as linhas 2 e 3 da Reversão do Gasoduto Norte, avança a bom ritmo. Mediante um grande esforço de mobilização e logística, já está na etapa de finalização o translado dos equipamentos, materiais e tubulações desde Buenos Aires e de outros cantos do país até Córdoba. Paralelamente, foi recondicionada uma instalação de junta dupla, com a contratação e capacitação do pessoal.

Desde fevereiro até abril, 40 caminhões diários saíram da Planta TenarisSIAT, em Valentín Alsina, província de Buenos Aires, e da planta TenarisSiderca, em Campana, para transportar 100 km de tubulação de 36”, necessárias para construir o duto.

Em total, em 53 dias, foram feitas 2015 viagens, transportando 8058 tubos. Foram concluídos 1.297.296 de quilômetros sem acidentes.

Por sua vez, mais de 400 caminhões saíram da província de Buenos Aires, com acampamentos e materiais. Simultaneamente, foram mobilizados mais de 100 caminhões, partindo de Catriel, Río Negro, com materiais restantes do Gasoduto Presidente Néstor Kirchner (GPNK).

Além disso, mais de 200 caminhões do parque de máquinas da empresa transportaram equipamentos de construção, como motoniveladoras, escavadeiras, guinchos, Pipewelder, Sideboom, etc. Muitos destes equipamentos foram restaurados primeiro. Também no parque foi recondicionado a junta dupla que tinha sido utilizada no GPNK, que depois foi levada e instalada na localidade de Ucacha, em Córdoba. Trata-se de um equipamento móvel que realiza soldagens industriais. Lá mesmo, são soldados de forma automática dois canos de 12 metros de comprimento para transformá-los em uma peça de 24 metros.

 

Desafios

Ao mesmo tempo, na localidade de Etruria, na província de Córdoba, centenas de trabalhadores receberam capacitação e foram reunidas as equipes para realizar o projeto. Para cumprir os prazos, as tarefas foram executadas de forma simultânea em diferentes frentes de trabalho e serão necessárias 1.400 pessoas no ponto máximo de atividade.

A construção do gasoduto, de 100 km, percorre o sul da província de Córdoba, abrange mais de 30 travessias especiais (dentre as quais: duas rodovias provinciais, duas ferrovias e quatro cursos de água) e deve ser finalizada em agosto de 2024.

O objetivo da obra é abastecer com gás proveniente de Vaca Muerta as províncias do norte argentino e substituir a importação da Bolívia, cuja produção está em queda.

O esforço logístico em números

- 2015 viagens de caminhões com tubulações, em tempo recorde

-  8.058 tubos transportados

- 1.297.296 quilômetros percorridos sem acidentes

- Uma planta de junta dupla foi reformada em Ucacha e, desde então, transferida para Ticino.

Últimas notícias

Saiba mais