Todas as notícias

Um exemplo de determinação e liderança feminina

Publicado 9.5.2024

Do Brasil ao México, Marcela Diniz é a primeira mulher a liderar como Project Procurement Manager na Techint Engenharia e Construção.

 

Marcela Diniz, natural da cidade Jacareí, interior de São Paulo, é formada em Engenharia de Produção Mecânica pela Universidade Paulista. Ingressou na Techint Engenharia e Construção em 2011, como Jovem Profissional, após trabalhar em uma multinacional do ramo aeronáutico e encontrou na empresa um ambiente propício para o desenvolvimento de sua carreira. Graças a um espírito inquieto e em constante busca de novos desafios, ela passou por diferentes áreas, desde Planejamento e Compras até se tornar a primeira mulher a alcançar o cargo de encontrou na empresa um ambiente propício para o desenvolvimento de sua carreira. Graças a um espírito inquieto e em constante busca de novos desafios, ela passou por diferentes áreas, desde Planejamento e Compras até se tornar a primeira mulher a alcançar o cargo de Gerente de Compras de Projetos.

Além disso, sua carreira não se limitou ao território brasileiro. Em 2015, depois de apenas quatro anos na Techint E&C, enquanto trabalhava na área de Supply Chain, ele teve a oportunidade de ganhar sua primeira experiência internacional, sendo expatriada as oficinas em Milão. Lá, Marcela mergulhou na cultura italiana e ampliou seus horizontes profissionais, contribuindo para a integração e a unificação dos processos globais da companhia.

“Sempre desejei viver fora do país, e essa oportunidade foi maravilhosa. Não tive dificuldade de me adaptar à cultura local, e me dediquei ao máximo para aproveitar cada momento, tanto pessoalmente quanto profissionalmente”, afirma Marcela.

 

Aprimoramento de oportunidades

De volta ao Brasil, Marcela destacou-se como líder na área de Supply em projetos como Parnaíba V, no Maranhão, e fez parte da construção de uma usina de energia para uma das maiores usinas termoelétricas a gás natural do país. Seu comprometimento chamou a atenção dos líderes da empresa, que lhe ofereceram a oportunidade de coordenar um projeto no México.

Assumindo o desafio, Marcela impôs apenas uma condição: levar sua família junto para o México. Seu marido, Amarildo da Silva, que também trabalha na companhia, aceitou renunciar à estabilidade profissional que tinha no Brasil para apoiar o sonho de carreira de sua esposa, que se tornou a primeira mulher a ocupar o cargo de Project Procurement Manager (PPM) na Techint E&C.

Como parte do seu rol, Marcela foi responsável pela gestão de todas as compras do projeto, enfrentando desafios diários e liderando uma equipe de oito profissionais diretos e indiretos.

Atualmente, trabalha no Southeast Gateway Project (SGP) em Veracruz Norte, localizado no sudeste do México, que engloba a construção de uma estação de compressão de 70 MW e um gasoduto com extensão de 21 km na cidade de Tuxpan, Veracruz. A obra envolve mais de 1.300 profissionais, dois milhões de horas trabalhadas e mais de 136.000 horas de engenharia planejadas, que irão garantir o fornecimento de gás para a região.

“A adaptação ao México foi diferente da minha experiência na Itália, especialmente porque agora sou casada. Os mexicanos são muito amáveis e receptivos, o que tornou a transição mais suave”, indica Marcela.

 

Os grandes desafios ao longo da carreira

Marcela revela também os desafios de trabalhar fora do país: “O maior desafio é estar distante da família. Sempre que estou no exterior, ocorre alguma situação delicada e é preciso gerenciar com cuidado mesmo à distância. Não poder estar próximo dos meus pais enquanto envelhecem é a parte mais dolorosa”, disse.

Além disso, comenta que teve que enfrentar desafios no ambiente de trabalho, mas que aprendeu a contornar a situação focada em sua carreira.

“O machismo é, sem dúvida, um obstáculo significativo em diversas esferas da sociedade. Contudo, nunca permiti que essas barreiras definissem minhas aspirações. Devemos focar em nosso trabalho, em fazer o nosso melhor, independentemente dos desafios que enfrentamos diariamente, seja em função do gênero, idade ou qualquer outro fator”, finaliza Marcela.

Últimas notícias

Saiba mais